Nove Meses

Impressões e notas de uma segunda gravidez. Por mamã babada e seu primogénito de dois anos.

A Constança já tem
Lilypie Baby Ticker

7.2.05

19 semanas

Já percorri metade do caminho (tendo em conta que o H. nasceu às 37 semanas...). A formiguinha começa a sentir-se de uma forma mais acentuada. Mas não se mexe muito, por enquanto. Ontem à tarde esteve numa sessão contínua de pontapés que foi a mais longa e pronunciada que senti até agora. Acho engraçado senti-la sempre no fundo da barriga, em baixo, no sítio onde ela estava sentada na última ecografia. Será que escolheu aquele sítio como o seu preferido ou...será que está mesmo colocada ali em baixo? A minha mãe conta que sempre me sentiu assim e que estranhava quando amigas lhe diziam que sentiam os filhos cá em cima, junto às costelas, nem as deixando respirar. O certo é que depois se verificou que eu estava sentada, e assim fiquei até ao fim, e que não me mexia quase nada porque tinha um cordão umbilical tão curto que não me permitia grandes deslocações. Devo ter-me sentido muito presa aqueles nove meses. Agora quando sinto o meu bebé aqui neste sítio ponho-me a pensar se a genética transmitirá também este tipo de características intra uterinas... a vantagem que tenho é que certamente descobrirei isso a tempo e não apenas no momento do parto.
Nas últimas duas semanas tinha vindo a sentir-me demasiado pesada para o pouco tempo que ainda tenho de gestação. Chegava invariavelmente ao fim do dia com dores no fundo da barriga, não uma dor forte, apenas uma moinha e uma pressão incomodativas. Por vezes quando fazia um movimento brusco, ou espirrava, chegava mesmo a sentir uma dor aguda na barriga. Cheguei a acordar a meio da noite com uma dor intensa só pelo facto de mudar de posição. Confesso que me assustei. Estava a começar a pensar em falar com a médica e já estava a fazer cenários de repousos absolutos até ao fim da gravidez...coisa que com um filho de dois anos não sei como se faz. Lembrei-me de vestir a cinta que usei lá para os seis meses e meio, sete meses da gravidez anterior. Aquilo fazia-me sentir apertada e só a suportei quando o peso da barriga se tornou desconfortável. Desta vez a barriga é um pouco maior, a minha vida muito menos descansada e também estou mais velha. Sejam estas ou nãs as razões, o que é certo é que as dores passaram. Não senti mais picadas na barriga nem aquelas moinhas desconfortáveis. Este fim de semana tratei de ir comprar outra cinta, uma vez que já percebi que vai ser acessório que não vou dispensar mais até ao fim. A canguru da Pré Natal é toda em algodão (o fim da minha gravidez vais ser em Junho, e com o calor não sei se aguento fibras sintéticas...) e tem o reforço elástico para suportar a barriga e também nas costas para apoio lombar. É excelente, embora seja bastante cara.

2 Comments:

At 11:50 da manhã, Blogger Xana said...

Eu não consegui usar cinta. Tinha a impressão estapafúrdia de estar a apertar o bébé. Nem cuequinha subida e até as calças, qd começavam a apertar na barriga fazia confusão..

Coisa de mãe galinha de 1ª viagem. :)

Beijinhos!
Xana
http://odiaadia.blogspot.com/

 
At 10:39 da tarde, Blogger Costinhas said...

Eu não precisei de usar cinta mas tive de usar meias de descanso a partir das 20 semanas mais ou menos... o único senão é que foi na altura do calor e em 2003 o Verão foi apenas o mais quente de que há memória até aqui! Mãe "sofre"!

Beijinhos,

Sandra

 

Enviar um comentário

<< Home