Nove Meses

Impressões e notas de uma segunda gravidez. Por mamã babada e seu primogénito de dois anos.

A Constança já tem
Lilypie Baby Ticker

25.7.05

1 mês

A Constança já tem um mês. Um quinto do meu tempo de exclusividade com ela já se passou.
Já não dorme o dia inteirinho, fica uns bocadinhos acordada. Fixa todas as coisas à sua volta e parece estar a estudar tudo muito atentamente. O móbil musical deixa-a encantada, parada e atenta. Também já liga à bonecada em geral e, surpreendentemente, mexe as mãos até conseguir tocar naquilo que vê. Claro que não tem controlo de movimentos para isso, mas que tenta, tenta. Já me brindou com um sorriso aberto e intencional em resposta às minhas patetices. O papá teve mais sorte, porque o sorriso dirigido a ele foi tal que até saiu som. A primeira gargalhada deixou o pai babadérrimo e a Constança baralhada - "de onde é que saiu este som? fui eu??"
As noites podiam ser melhores, mas também não são más de todo. De sábado para domingo, tive direito a um intervalo entre a meia noite e meia e as seis e meia da manhã. Luxo absoluto. Regra geral mama de quatro em quatro horas. A coisa correria maravilhosamente se, finda a paparoca, adormecesse na sua caminha silenciosamente. Não é bem assim. Dá luta. Quer ficar acordada. Choraminga, chora e remexe-se. Já a deixei a chorar uns bons minutos para ver se captava a mensagem. Não captou ainda muito bem. Vamos lá com o tempo. Não me tem custado muito. Parece que acordar a meio da noite, duas vezes por noite, se tornou uma coisa normalíssima para mim. Eu, a dorminhoca-mor, que adormecia todos os dias a dar de mamar ao Henrique. Há coisas que mudam mesmo em nós. Esta foi uma delas. Ainda bem.
Sinto que este bebé despertou em mim o mais forte dos instintos maternais. Não é que não o tivesse antes, acho que tinha, mas agora está mais forte. Aquela dedicação absoluta e incondicional que admirava em algumas mães. O acordar a meio da noite calmamente, o despertar ao mínimo ruído, o largar tudo para lhe dar de mamar...
Não me canso de olhar para ela, e olho durante muito tempo para não me esquecer.

4 Comments:

At 1:37 da tarde, Blogger Xana said...

Que bom!! :)

Será o sentimento de "pode ser a última vez"? Eu acho que posso sentir um bocadinho isso com o bébé...

 
At 4:53 da tarde, Blogger Sandra said...

Olá!

Vim parar a este vosso cantinho numa das muitas viagens no mundo dos baby blogs e…adorei!

Também eu espero o 2º filhote que curiosamente será um Henrique!

O teu post reavivou o que me espera e torna ainda mais consciente que o tempo voa e que temos de desfrutar cada instante.

Felicidades,

Sandra

 
At 7:29 da tarde, Anonymous ana said...

A minha Beatriz acorda também 2 vezes por noite... faz 5/3/3.
Bem, mas também já me habituei a acordar durante a noite...
Ossos do oficio...
Jinhos

 
At 12:26 da manhã, Blogger Sofia said...

Ao ler este post fiquei com saudades desse tempo...passa muito rápido!
beijinhos
sofia e beatriz

 

Enviar um comentário

<< Home